ultrassonografia
radiologia em fortaleza

Punção da tireóide e mama guiada por ultrassonografia


Punção aspirativa por agulha fina consiste num dos melhores métodos para diagnóstico na diferenciação de nódulo benigno e maligno.

Como funciona

O paciente deverá ser posicionado em hiper extensão cervical, para punção da tireóide, sendo orientado a manter respiração normal e evitar deglutir.

A associação de punção e ultra-sonografia permite acompanhamento do trajeto da agulha e o ponto exato da introdução da agulha dentro do nódulo visado a coleta satisfatória do material através de sucção.

Vantagens

Rapidez de execução Morbidade baixa Praticidade do método Redução do número de procedimentos cirúrgicos.

Preparo para o exame

Não é necessário preparo ou jejum para sua execução. Trazer exames anteriores de Ultrassonografia de mamas e tireóide para realização do procedimento. Suspender o uso de aspirina ou anticoagulantes se estiver em uso conforme orientação médica.

Durante o exame:

O paciente deverá ser posicionado em hiper extensão cervical, para punção da tireóide, sendo orientado a manter respiração normal e evitar deglutir. Na punção de mama o paciente é posicionado em decúbito dorsal e orientado a manter a respiração tranquila. Em seguida é realizada a assepsia vigorosa da área a ser puncionada.

Informações importantes:

Associação da ultrassonografia com a punção aspirativa com agulha fina permite a caracterização das lesões e a definição de fatores preditivos para malignidade.